TAPIRAPE FM

terça-feira, 29 de abril de 2014

Comissão aprova projeto de reajuste do salário mínimo

A Comissão de Trabalho, de Administração e Serviço Público da Câmara dos Deputados aprovou proposta que torna permanente a atual política de valorização do salário mínimo, válida até 2015. Pela regra em vigor, o reajuste é definido pela inflação do ano anterior mais o crescimento do Produto Interno Bruto (PIB) de dois anos anteriores.
O texto aprovado é o Projeto de Lei 7185/14, apresentado pelo deputado Roberto Santiago (PSD-SP).
O relator na comissão, deputado André Figueiredo (PDT-CE), acrescentou um dispositivo para estender as mesmas regras de reajuste do salário mínimo aos que recebem aposentadorias mais altas.
Hoje, o aposentado com benefício de até um salário mínimo tem reajuste segundo as mesmas regras dos demais trabalhadores. Já as aposentadorias acima de um salário são reajustadas apenas com a correção do ano anterior, provocando perdas em termos reais.
"Só para se ter uma ideia do comparativo, em 2003, o teto das aposentadorias era de R$ 1.508, o que equivalia a 10,45 salários mínimos. Agora, em 2014, o teto é de R$ 4.159, o que equivale a 6,13 salários mínimos. É um achatamento extremamente injusto com os aposentados no Brasil”, disse André Figueiredo.
A comissão seguiu o parecer de Figueiredo e rejeitou o PL 3771/12, que tramita em conjunto com a proposta aprovada.
Longo prazo
O deputado Osmar Serraglio (PMDB-PR), vice-líder do governo, destacou que o governo tem uma política de valorização do salário mínimo que vem de muito tempo.
“É só observar que havia uma campanha nacional, uma luta para que nós tivéssemos um salário mínimo que fosse de 100 dólares. Hoje, são praticamente 300 dólares. Por aí, já se vê a preocupação e o direcionamento que o governo sempre teve no sentido de valorizar o salário mínimo”, disse Serraglio.
Segundo o parlamentar, essa valorização retribui o trabalhador pelo seu esforço e também faz com que a economia tenha uma circulação de valores e de recursos que possibilitam a ampliação da demanda, do consumo e da produção.
Tramitação
O projeto tem caráter conclusivo e ainda será analisado pelas comissões de Finanças e Tributação; e de Constituição e Justiça e de Cidadania.
Por: Agência Câmara

quinta-feira, 17 de abril de 2014

IFMT lança edital de concurso público para 61 vagas, com 5 para confresa

O Instituto Federal de Mato Grosso lançou o edital nº 27/2014, contendo as normas, rotinas e procedimentos que regem o Concurso Público destinado ao provimento de 53 vagas para Professor do Ensino Básico, Técnico e Tecnológico  e 08 vagas para Técnico-administrativo em Educação para atender oito campi (Barra do Garças, Cáceres, Campo Novo do Parecis, Confresa, Bela Vista, Cuiabá, Juína, Pontes e Lacerda e Primavera do Leste) e Reitoria. O edital foi publicado nessa terça-feira, dia 15 de abril, no Diário Oficial da União, seção 03, nº 72, das páginas 44 a 54. Acesse o link
As inscrições estarão abertas no período de 22 de abril a 05 de maio de 2014, exclusivamente pelo endereço eletrônico – www.ufmt.br/concursos. O candidato, após realizar a sua inscrição via internet, deverá gerar e imprimir seu comprovante de pedido de inscrição e boleto bancário para pagamento da taxa de inscrição.
O valor da taxa de inscrição para docente é de R$ 120,00. Já para técnico administrativo, o valor está afixado de acordo com o cargo: Técnico em Laboratório/Química - R$ 60,00 (Nível Médio) e Tecnólogo e Economista - R$ 80,00 (Nível Superior).
Para docente o concurso compreenderá as seguintes fases: Prova Objetiva, Prova de Desempenho Didático e Prova de Títulos. Para Técnico-Administrativo  será somente  a Prova Objetiva. Todas as fases serão realizadas na cidade de Cuiabá (MT).
Para aqueles candidatos que desejarem solicitar isenção do pagamento da taxa de inscrição tem o período das 08 horas do dia 22 de abril de 2014 até às 23 horas e 59 minutos do dia 27 de abril de 2014. A relação dos candidatos com pedidos de isenção deferidos será disponibilizada por meio de consulta individual, pela internet, no endereço eletrônico – www.ufmt.br/concursos até o dia 29 de abril de 2014.
A divulgação da relação preliminar de inscritos será disponibilizada, por meio de consulta individual, no dia 12 de maio de 2014, no endereço eletrônico – www.ufmt.br/concursos
A lista definitiva das inscrições do concurso público de que trata o edital nº27/2014, com indicação dos locais das provas objetivas, será disponibilizada, na internet, por meio de consulta individual, no dia 19 de maio de 2014, no endereço eletrônico – www.ufmt.br/concursos
A Prova Objetiva será realizada no dia 25 de maio de 2014, tanto para docente como para técnico-administrativo (eliminatória e classificatória).
A Prova de Desempenho Didático será somente para o cargo de Professor do Ensino Básico, Técnico e Tecnológico (eliminatória e classificatória) e será realizada nos dias 07 e 08 de junho de 2014, na Universidade Federal de Mato Grosso – Campus Cuiabá, situado na Av. Fernando Correa da Costa, nº 2.367, Bairro Boa Esperança.  Somente serão convocados para a Prova de Desempenho Didático os candidatos classificados na Prova Objetiva.
A Prova de Títulos ocorrerá somente para o cargo de Professor do Ensino Básico, Técnico e Tecnológica (Classificatória) e para os candidatos que obtiverem pelo menos 50 pontos na Prova de Desempenho Didático. Os Títulos deverão ser entregues nos dias 07 e 08 de junho, conforme o cronograma do edital .
A Secretaria de Articulação e Relações Institucionais/Gerência de Concursos da Universidade Federal de Mato Grosso divulgará o resultado final do concurso, na internet, no endereço eletrônico – www.ufmt.br/concursos, a partir das 16 horas, do dia 27 de junho de 2014.
Veja as áreas do conhecimento e vagas ofertadas
Campus Confresa
Administração – 02 vagas
Biologia – 02 vagas
Física – 01 vaga
Tecnólogo/Formação: Gestão Pública  - 01 vaga
Técnico em Laboratório/Formação: Química – 01 vaga
Por: acheconcursos.com.br