TAPIRAPE FM

sábado, 31 de agosto de 2013

Prefeitos do Norte Araguaia se reúnem para assinarem projeto de Iluminação Pública

Pensando no desenvolvimento da região Norte Araguaia, o Prefeito de Confresa e Presidente da Associação dos Municípios do Norte Araguaia – AMNA, Gaspar Lazzari (PSD), convidou os 21 prefeitos associados a participarem de uma reunião realizada na sede da Associação em Cuiabá.
Juntos, os prefeitos discutiram novas soluções para os problemas comuns, e também assinaram o Projeto de Iluminação Pública, para a instalação de super postes em todos os municípios pertencentes à Associação dos Municípios do Norte Araguaia – AMNA.
Através da AMNA, foram realizadas visitas in loco 16 municípios para a coleta de dados e elaboração dos projetos pelo Engenheiro Luiz Fernando.
“Só nos resta coletar os dados de Nova Nazaré, Santa Cruz do Xingu, São José do Xingu, Cocalinho e Gaúcha do Norte”, disse o Presidente da AMNA, Gaspar Lazari, que afirmou que ainda em setembro todos os projetos estarão prontos.
Os chamados super postes, além de econômicos tem uma durabilidade em suas lâmpadas de no mínimo 03 anos sem manutenção.
O próximo passo agora é através da AMNA em parceria com os municípios envolvidos, buscarem verba na esfera federal sendo que em diversos ministérios já está tudo confirmado para liberação de recursos.
Durante a reunião, assinaram os projetos, os Prefeitos de Porto Alegre do Norte, Querência, Serra Nova Dourada, Alto Boa Vista, Confresa, Bom Jesus do Araguaia, Vila Rica, Luciara, São Félix do Araguaia.
Os demais assinarão na Sede da Associação assim que comparecerem a mesma.

Em 07 meses de atuação à frente da Associação dos Municípios do Norte Araguaia, o Prefeito Gaspar Lazari já realizou diversas ações em benefício da região Norte Araguaia.

Luciara vai ganhar Urbanização do cais e 2 praças

O Prefeito de Luciara Fausto Azambuja esteve reunido em Cuiabá nesta quarta-feira (28) com o vice-governador do estado, onde garantiu para a cidade a urbanização do cais e a construção de 02 praças.
As obras serão realizadas em convênios com o Governo do Estado, Prefeitura Municipal de Luciara e Ministério do Turismo.
 O encontro aconteceu no Palácio Paiaguás, e contou com a presença de um representante do Ministério do Turismo, além do Prefeito e do vice Governador Chico Daltro.

Em entrevista ao Agência da Notícia, o Prefeito comemorou a conquista. “Estou bem feliz por mais essa conquista para a cidade de Luciara, nós somos uma cidade pequena, porém bonita e turística, mas precisamos melhorar, isso melhora a auto-estima das pessoas da cidade, e os turistas que vêm conhecer as belezas de Luicara”, contou Faustinho, ele ainda enfatizou que o Projeto de Urbanização terá 300 metros de cais.

Vila Rica sediará XXXII Edição dos Jogos Estudantis, início será dia 05 de setembro

O município de Vila Rica localizado na região Nordeste do Estado, a 1250 km de Cuiabá, sediará a XXXII Edição dos Jogos Regionais Estudantis Mato-Grossenses, Região Nordeste, do dia 05 ao dia 10 de setembro. O evento é Realizado pelo Governo do Estado de Mato Grosso por meio das Secretarias de Estado de Esportes e Lazer (SEEL-MT) e Secretaria de Estado de Educação (SEDUC) em parceria com as prefeituras.
Participarão dos Jogos, as cidades esportivas da Região Nordeste, 13 no total, sendo Vila Rica o município sede. As outras cidades são: Confresa, Canabrava do Norte, Porto Alegre do Norte, Santa Terezinha, Alto Boa Vista, Serra Nova Dourada, Bom Jesus do Araguaia, Novo Santo Antônio, São Felix do Araguaia, Luciara, São José do Xingu e Santa Cruz do Xingu.

Modalidades

Participam as seleções municipais compostas por estudantes que disputam nas modalidades de Futebol, Futsal, Vôlei, Basquete e Handebol, tanto masculino quanto feminino. Os Jogos Regionais Estudantis Mato-grossenses serão disputados nas seguintes modalidades, naipes e ano base: Os atletas são jovens de 12  a 17 anos, com exceção do futebol de campo, cuja idade é de 12 a  15 anos para o futebol de campo. A cerimônia oficial de abertura acontecerá no dia 05 de setembro, no ginásio poliesportivo Bezerrão, as margens da BR 158, às 19 horas.

Finalidades
Em parceria com as Prefeituras Municipais, entidades educacionais, desportivas, filantrópicas, órgãos oficiais e das comissões credenciadas, têm por finalidade promover atividades esportivas na área educacional para alunos regularmente matriculados nos estabelecimentos de ensino da Educação Básica do Estado de Mato Grosso.

Objetivos
Promover a integração, o intercâmbio e a confraternização dos estudantes das regiões esportivas do Estado de Mato Grosso; Estimular o desenvolvimento técnico esportivo das representações municipais, buscando avaliar e apresentar subsídios a partir da analise cientifica, quantitativa e qualitativa; Proporcionar o desenvolvimento integral do jovem Mato-grossense como ser social, autônomo, democrático e participante, contribuindo para o pleno exercício da cidadania; Oportunizar a participação de Estudantes em uma competição de nível técnico elevado.
Por: A.N.S

Promotor recomenda demissão de 164 servidores da Seduc-MT

Foi recomendado ao Secretário de Educação de Mato Grosso, Ságuas Moraes, pelo promotor de justiça Roberto Aparecido Turin, a demissão de 164 servidores contratados de forma temporária, que ocupam o cargo de técnico de desenvolvimento econômico e social.

Na recomendação dirigida à pasta, consta que “A contratação temporária dos 164 profissionais pela Seduc é inconstitucional, nula de pleno direito, e pode redundar em ato de improbidade administrativa daqueles que a promovem”. Ainda segundo ele, as contratações temporárias “estão a atingir o direito subjetivo de candidatos classificados no concurso público para técnico de desenvolvimento econômico e social, que aguardam nomeação”.

Conforme o Ministério Público Estadual, as contratações da Seduc demonstraram a necessidade da secretaria em ter funcionários com essa qualificação de forma permanente.

Segundo o Mídia Jur, a notificação foi publicada no último dia 19, onde o promotor destacou a necessidade da rescisão dos contratos e a contratação para os cargos de pessoas que participaram do último concurso público e que estão à espera de serem nomeados.

Entre os ocupantes dos cargos estão arquitetos, engenheiros civil, sanitarista e elétrico, além de advogados, psicólogos, contadores e economistas.

sexta-feira, 30 de agosto de 2013

Salário mínimo previsto para 2014 será de R$ 722,90, diz ministra

A ministra do Planejamento, Orçamento e Gestão, Miriam Belchior, anunciou nesta quinta-feira (29) que o Projeto de Lei Orçamentária (Ploa) elaborado pelo governo prevê salário mínimo de R$ 722,90 a partir de 1º de janeiro de 2014. O valor representa um reajuste de 6,62% em relação aos atuais R$ 678.
“O novo valor do salário mínimo previsto na peça orçamentária é de R$ 722,90, já incorporando a regra de valorização do salário mínimo, que tem sido uma política importante de alavancagem da renda das famílias no Brasil, o que tem nos levado a patamares de qualidade de vida muito superiores”, disse a ministra após entregar o projeto em mãos ao presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-RO).
O valor do salário mínimo é calculado com base no percentual de crescimento do Produto Interno Bruto (PIB) do ano retrasado mais a reposição da inflação do ano anterior pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC). O salário mínimo foi instituído em 1940, durante o governo de Getúlio Vargas.
Dieese
Mensalmente, o Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (Dieese) calcula o preço da cesta básica em 18 capitais e estima o valor do salário mínimo necessário.
Na última divulgação, referente ao mês de julho deste ano, o departamento estimou que o menor salário pago deveria ser de R$ 2.750,83 (ou seja, 4,06 vezes o mínimo em vigor atualmente, de R$ 678).


O cálculo é feito levando em consideração a determinação constitucional que estabelece que o salário mínimo deve ser capaz de suprir as despesas de um trabalhador e sua família com alimentação, moradia, saúde, educação, vestuário, higiene, transporte, lazer e previdência.
Por: G1, em Brasília

População brasileira ultrapassa marca de 200 milhões, diz IBGE

O Brasil tem uma população estimada em 201.032.714 habitantes, de acordo com o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). O dado, referente a 1º de julho deste ano, foi publicado no "Diário Oficial da União" desta quinta-feira (29).
Na resolução, assinada pela presidente do instituto, Wasmália Socorro Barata Bivar, estão as estimativas populacionais de todos os municípios do país. Segundo o IBGE, o país tem 7.085.828 habitantes a mais que o registrado em 1º de julho de 2012, quando a população era de 193.946.886.
Entre as unidades da federação, o estado mais populoso continua sendo São Paulo, que conta com 43,6 milhões de residentes.
O estado de Minas Gerais tem 20,5 milhões de habitantes. O Rio de Janeiro ocupa a terceira posição, com 16,3 milhões de habitantes. Bahia tem 15 milhões de pessoas, o Rio Grande do Sul, 11,1 milhões, e o Paraná, 10,9 milhões. O estado menos populoso é Roraima, com 488 mil habitantes.
A cidade de São Paulo é a que possui a maior população do país: 11,8 milhões (número que é maior que o de 22 estados e do Distrito Federal).
No posto de cidade menos populosa do Brasil está Serra da Saudade (MG), com 825 habitantes. Borá (SP), que aparecia empatada com o município mineiro até o ano passado, tem hoje 834 residentes.
A projeção das populações é feita anualmente a pedido do Tribunal de Contas da União (TCU) e serve de base para o repasse de recursos do orçamento aos municípios.
Por: Do G1, em São Paulo

Prefeitura de São José do Xingu - MT abre vagas para todos os níveis de escolaridade

A Prefeitura de São José do Xingu, no estado do Mato Grosso, abriu as inscrições para concurso público regido pelo edital nº. 001/2013, que selecionará 40 candidatos de todos os níveis de escolaridade. A faixa salarial vai de R$ 678,00 a R$ 5.788,07 por jornada de trabalho de 20, 30 e 40 horas semanais.
Cargos
Trabalhador Braçal, Coveiro, Borracheiro, Auxiliar de Serviços Gerais, Pedreiro, Operador (Trator de Pneus, Pá Carregadeira e Motoniveladora), Motorista, Mecânico de Máquinas Pesadas, Guarda, Gari, Eletricista Auto Elétrica, Técnico (Laboratório, Enfermagem, Sistema do Processo Regulatório e Sistemas da Saúde), Fiscal Sanitário, Agente de Combate às Endemias, Auxiliar de Administração, Psicólogo, Professor de Educação Física, Professor, Procurador Jurídico, Odontólogo, Nutricionista, Médico, Fisioterapeuta, Enfermeiro, Contador, Biólogo e Assistente Social. Ficam reservadas 5% das vagas às pessoas portadoras de necessidades especiais.

Inscrição
As inscrições deverão ser efetuadas única e exclusivamente pela internet no site www.noroesteconcursos.com.br até o dia 10 de setembro de 2013. Os valores correspondentes à taxa de inscrição, por cargo, serão:

Nível fundamental: R$ 30,00;
Nível médio: R$ 60,00;
Nível superior: R$ 120,00.


Os candidatos que não tiverem acesso à internet poderão usar um computador que será disponibilizado no CRAS – Centro de Referência da Assistência Social de São José do Xingu, situado à rua 20 de setembro, nº 15– São José do Xingu/MT, das 8:00 às 12:00 e das 14:00 às 17:00, até o dia 10 de setembro de 2013.

Prova

O concurso será constituído de prova objetiva, títulos e prática.
A prova objetiva e a prática estão previstas para serem realizadas no dia 27 de outubro de 2013, das 09:00 às 12:00 e às 13:00, em locais que serão divulgados oportunamente por meio de edital de convocação, no site oficial do município www.saojosedoxingu.mt.gov.br e no site www.noroesteconcursos.com.br.
No dia seguinte a aplicação das provas, os cadernos de questões estarão disponíveis na integra para consulta on-line pelos candidatos.
Os candidatos aprovados deverão encaminhar via SEDEX para a organizadora Sociedade de Desenvolvimento Vale do Bandeirantes, situado à Rua Coripheu de Azevedo Marques, nº 65 - Jd. Santo Antônio - CEP: 87.030-250 - Maringá – PR, em até 01 dia útil posterior ao término do período de inscrições, cópia reprografada autenticada em cartório de eventuais títulos que possuam.

Validade

A validade do concurso será de dois anos, prorrogável, a critério da administração, por igual período.

O edital encontra-se publicado no Jornal Oficial Eletrônico dos Municípios do Estado de Mato Grosso, de 27 de agosto de 2013, pág. 141 a 159.
Por: Concursos no Brasil

Servidores têm 40 dias para responder perguntas do censo do Judiciário

Pela primeira vez os 272 mil servidores de todos os órgãos do Judiciário terão 40 dias para responder as questões do 1º Censo Nacional do Poder Judiciário. A pesquisa foi lançada na segunda-feira (26) para definir o perfil dos magistrados e de servidores. 

Está é a primeira vez que o censo é feito no Judiciário. O questionário que está disponível no site do Conselho Nacional de Justiça (CNJ). O tempo estimado para responder às 26 perguntas é cinco minutos.

Os servidores deverão fornecer dados pessoais e funcionais. De acordo com o conselho, as informações serão mantidas em sigilo, e os participantes não poderão ser identificados. 

Estão aptos a responder as questões os servidores dos tribunais superiores e da Justiça Estadual, Federal, Trabalhista, Eleitoral e Militar. Segundo o CNJ, não podem participar da pesquisa servidores cedidos a órgãos de outros poderes, estagiários e funcionários terceirizados. O levantamento também não envolve magistrados, que serão indagados em uma segunda etapa do censo.

De acordo com o conselheiro Emanoel Campelo, do CNJ, o censo é um retrato inédito do Judiciário e vai permitir que o conselho possa melhorar os serviços prestados à população. Para a conselheira Maria Christina Peduzzi, “a excelência na prestação jurisdicional depende da excelência dos servidores e dos magistrados”.
Por: Olhar Direto

terça-feira, 27 de agosto de 2013

Governo confirma estadual de futebol amador em MT

O secretário Estadual de Esportes e Lazer (Seel), Ananias Filho, confirmou a volta do Campeonato Mato- grossense de Futebol de Seleções Amadoras. O torneio, que envolve a maioria dos municípios de Mato Grosso, foi organizado por um período de quatro anos consecutivos, mas deixou de ser disputado ano passado por falta de recursos.

Agora, próximo a realização da Copa do Mundo de 2014 em Cuiabá, a Seel decidiu organizar a competição com um slogan envolvendo o Mundial em território mato-grossense: ‘A Copa Já começa agora". Das 141 cidades, 100 delas vão ser representadas por seleções formadas por jogadores amadores.

Municípios como Chapada dos Guimarães, Sapezal, Santo Antônio de Leverger e Poconé já tiveram o privilégio de erguer o troféu de campeão estadual de seleções municipais.Em parceria com a Federação Mato-grossense de Futebol (FMF), o torneio dá ao campeão o direito de disputar o Campeonato Mato-grossense da Segunda Divisão. Foi a partir da conquista do título que o Poconé Esporte Clube chegou ao futebol profissional do Estado.

Na última Segundona, conquistada pelo Sorriso Esporte Clube, o time pantaneiro chegou até a fase semifinal, sendo eliminado pelo Clube Esportivo Operário Várzea- grandense. A Seel é responsável por toda a logística das seleções, bancando transporte, alimentação e arbitragem. Além também de premiar a equipe campeã em dinheiro.
Por: A Gazeta

Projeto de lei pode punir o gestor que não investe em educação

Prefeitos e governadores que não investem o suficiente em educação estão mais próximos de serem punidos.
Até novembro deve ser votado numa comissão especial da Câmara dos Deputados o projeto que cria a Lei de Responsabilidade Educacional (LRE), que deve prever que os chefes dos Executivos que não usarem bem os recursos destinados à educação não possam concorrer à reeleição.
O relator da comissão, deputado Raul Henry (PMDB-PE), deve colocar no texto uma novidade: nenhum governante poderá concluir o mandato deixando seu município com indicadores educacionais piores do que quando assumiu o cargo.
Por: O Globo

segunda-feira, 26 de agosto de 2013

Ameaças de morte obriga prefeito de Novo Santo Antônio a mudar rotina; Sesp ignora proteção

Ameaçado de morte, o prefeito de Novo Santo Antônio (a 1.120 km de Cuiabá), Eduardo Penno (PMDB), não conseguiu o respaldo da secretaria estadual de Segurança Pública (Sesp) para garantir a sua integridade física depois de requisitar do Estado proteção policial. Quase dois meses após receber ameaças de morte por meio de mensagens e ligações telefônicas, o prefeito teve que agir por conta própria para não ser surpreendido, como aconteceu com seu antecessor, Valdemir Antônio da Silva, o Quatro Olhos (PMDB), morto a tiros dentro de casa em julho de 2011.
“Tive que mudar minha rotina de vida. Não ando mais sozinho, deixei de sair à noite e, para garantir a minha segurança e da minha família, contratei uma empresa especializada para instalar câmeras, alarmes e todo um aparato de segurança para não ter uma surpresa desagradável. Infelizmente, ainda não consegui sensibilizar o Estado para a questão”, disse o prefeito.
O peemedebista informou que uma equipe da Polícia Civil de Cuiabá esteve em Novo Santo Antônio para abrir investigação sobre as ameaças, no entanto, até agora nada chegou ao seu conhecimento. Ele acredita no trabalho da polícia, mas esperava que a Sesp atendesse a solicitação que fez para proteger sua vida. “Eu esperava por uma resposta positiva, pois, em Novo Santo Antônio existe um histórico de violência contra o chefe do Executivo, mas não sei por que não me atenderam”, ressaltou.
As ameaças de morte contra o prefeito foram feitas por meio de mensagens e depois numa ligação telefônica via celular. “Os seus dias estão contados”, “a festa vai acabar”, “você tem sorte” e “Deus deve gostar de você”, diziam as mensagens. Numa delas, Eduardo conseguiu identificar o número do telefone e retornou a ligação, quando foi surpreendido pelo próprio pistoleiro contratado para matá-lo. “Ele disse que só não executou o plano porque os contratantes lhe deram o calote na hora de fazer o pagamento”, disse o prefeito, que ainda espera pela elucidação do caso para ter mais tranquilidade e, assim, continuar administrando a cidade.
Outro lado


RDNews tentou contato com a secretaria estadual de Segurança Pública, no entanto, não obteve êxito nas ligações.
Por: RD News

 

Incêndios consomem terra xavante na Suiá Missu; há suspeita de retaliação


O fogo já destruiu um quinto da reserva xavante Marãiwatsédé, no que algumas autoridades suspeitam que seja uma vingança de não-índios desalojados no ano passado dessa região produtora de soja e gado.

Imagens de satélite feitas na última semana mostraram que mais de 400 incêndios foram iniciados no território indígena, segundo a Fundação Nacional do Índio (Funai).

A reserva Marãiwatsédé se tornou um caso emblemático das crescentes tensões no Brasil entre índios e fazendeiros, que têm explorado novas áreas na esperança de lucrar com a crescente produção de milho, soja e outras commodities nos últimos anos.

Centenas de disputas desse tipo estão em curso no país, levando a presidente Dilma Rousseff a intervir para evitar a violência. No caso da reserva Marãiwatsédé, o governo determinou que cerca de 7 mil residentes não-índios deixassem a área sem indenização, depois de decisão judicial favorável aos índios no ano passado.

A reserva havia sido criada em 1998, mas alguns produtores rurais não-índios permaneciam ali. Em outubro, quando a desocupação foi anunciada, agricultores realizaram protestos, dispersados por tropas federais munidas de gás lacrimogêneo e balas de borracha.

Os aparentes incêndios criminosos na reserva Marãiwatsédé sugerem que ex-grileiros continuam buscando vingança e que as tensões podem crescer em remotas fronteiras agrícolas brasileiras.

A Funai "acredita que é bastante possível que isso seja uma retaliação contra a desintrusão", disse por telefone, de Brasília, a coordenadora da agência para a prevenção de atividades ilícitas, Tatiana Vilaça.

Cumprindo o que determina a Constituição, o governo federal entregou a grupos indígenas nas últimas décadas quase 13 por cento do território nacional. Mas a atual valorização dos produtos agrícolas nos mercados internacionais gera uma pressão pela expansão da fronteira agrícola, motivando conflitos em áreas produtivas.

Muitos agricultores dizem ter títulos fundiários comprovando a propriedade de terras destinadas pelo governo aos índios com base em estudos antropológicos.

O governo federal diz que vai começar a indenizar fazendeiros que sejam retirados por causa das demarcações em outras áreas, e a criação de novas reservas está sendo adiada.

Vilaça disse que bombeiros enviados à Marãiwatsédé disseram ter visto forasteiros com caminhões perto das chamas. A Funai não tem provas contra ninguém e pediu à Polícia Federal que garanta a proteção dos índios e identifique os eventuais incendiários.

Policiais estaduais em Alto Boa Vista, cidade mato-grossense vizinha à reserva, disseram que alguns moradores acusaram os próprios índios de iniciarem os incêndios. Uma porta-voz disse que a polícia estadual não investigará o caso porque as reservas indígenas são áreas federais.

O Ibama diz que 31 mil dos 165 mil hectares da reserva foram consumidos até 16 de agosto num incêndio de "origem criminal". A agência ambiental disse que a frequência desses incêndios e sua origem sempre próxima a estradas indicam que não se trata de um fenômeno natural. Não houve relatos de feridos.


"Há, também, o risco do fogo perder o controle e atingir lavouras e propriedades fora da terra indígena", afirmou o Ibama em nota.
Fonte: Agência da Notícia com Caroline Stauffer
 

sábado, 24 de agosto de 2013

Pagamento de 50% do 13º de aposentados começa na segunda

A primeira parcela do décimo terceiro salário de aposentados e pensionistas do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) começará a ser paga na próxima segunda-feira. O pagamento foi autorizado por uma portaria no início de agosto. Os depósitos serão feitos entre os dias 26 de agosto e 6 de setembro.
Segundo o Ministério da Previdência Social, a expectativa é que 26,5 milhões de pessoas recebam a primeira parcela e que sejam injetados na economia aproximadamente R$ 12 bilhões. No ano passado, foram pagos R$ 130 bilhões com o décimo terceiro dos trabalhadores brasileiros, equivalente a 2,9% do Produto Interno Bruto (PIB).
Sobre a primeira parcela do décimo terceiro, não incidem imposto de renda ou recolhimento para a Previdência - cobrados somente sobre a segunda parcela do benefício. Para os trabalhadores com carteira assinada, a primeira parcela deve ser paga entre 1º de fevereiro e 30 de novembro. A segunda, até o dia 20 de dezembro. Para os servidores públicos, a regra é diferente. A primeira parcela é paga em julho, com base no salário de junho; e a segunda, em dezembro, com base no salário de novembro.
Têm direito ao décimo terceiro salário os trabalhadores do serviço público e da iniciativa privada, urbano ou rural, avulso e doméstico, bem como os aposentados e pensionistas do INSS. Para receber o benefício, o trabalhador tem de ter exercido alguma atividade com carteira assinada por pelo menos 15 dias no ano. Caso não tenha trabalhado o ano integralmente, o pagamento do décimo terceiro é proporcional.
Quem recebe amparo previdenciário do trabalhador rural, renda mensal vitalícia, amparo assistencial ao idoso e a pessoa com deficiência, auxílio suplementar por acidente de trabalho, pensão mensal vitalícia, abono de permanência em serviço, vantagem do servidor aposentado por autarquia empregadora e salário-família não têm direito ao benefício referente a esses pagamentos.
Por: Terra

Assembleia muda empresa realizadora do concurso e abre inscrição por mais 11 dias

A Assembleia Legislativa vai mudar a empresa realizadora do concurso público para o preenchimento de 430 vagas na instituição e reabrir por mais 11 dias as inscrições para o certame.

Segundo o presidente do Poder Legislativo, deputado Romoaldo Júnior (PMDB), a mudança se deve à demanda de inscritos ter ultrapassado em muito a expectativa da comissão organizadora que esperava entre 15 e 17 mil inscrições, mas teve procura de 50 mil. 
“O IDP nunca realizou nenhum outro concurso antes, então essa demanda surgiu exatamente deles que estão se sentindo meio inseguros pelo volume de pessoas que procurou. A expectativa é que quando a gente abra novamente, chegue a 80 mil pessoas inscritas. Queremos fazer o melhor para não deixar furo algum”, disse.

O presidente já mandou sondar as três melhores instituições do país para realização do certame, dentre elas a Fundação Getúlio Vargas. Os salários do concurso variam entre R$ 2.286,22 para Nível Médio, R$ 5.034,88 para Nível Superior A e R$ 6.057,93 para Nível Superior B, de acordo com o edital antigo, que foi cancelado após manifestações negativas de diferentes entidades.

“Vamos selecionar a empresa pelo know how e pela experiência na realização de concurso pedi que as três melhores no ramo fossem sondadas. Não podemos deixar furo. Queremos que tudo saia perfeito. A nossa intenção ainda é o cronograma inicial de realização das provas em outubro e, em dezembro, dar posse já a alguns aprovados”, afirmou.

O certame foi divulgado e cancelado no mês passado devido a questionamentos de falha e irregularidades no edital. Das novas alterações aprovadas pelos deputados estão relacionadas à habilitação técnica de cargos, como os de técnicos em hidráulica e eletricidade, radialista, repórter fotográfico e cinematográfico.
Por: Olhar Direto

Mais de 40 mil casos de dengue são registrados em oito meses em MT

Mato Grosso registrou 40.830 casos de dengue de janeiro desse ano até essa quinta-feira (22), conforme apontou os dados do Sistema de Informação de Agravos de Notificação (Sinan). Desse total de notificações,101 foram considerados casos graves e 30 foram por casos confirmados de morte pela doença. Só em Rondonópolis, houve 7.336 mil notificações.Cuiabá ficou com 3.092 mil casos.

Em fevereiro desse ano, o estado chegou a registrar quase três mil casos de dengue em apenas uma semana. No período de 11 a 18 de abril desse ano, em relação ao mesmo período de 2012, houve mais de 40% de aumento. De acordo com a Secretaria Estadual de Saúde (SES), o crescente aumento no número de notificações é caracterizado pelo quadro epidemiológico do estado em que há circulação simultânea de dois sorotipos virais da dengue, o DENV 1 e a introdução do sorotipo DENV 4 no Estado.

Os municípios que tiveram registros de morte por complicações da doença foram: Alta Floresta (03), Apiacás (01), Aripuanã (01),Barra do Garças (01), Cáceres (01), Campo Novo dos Parecis (03), Campo Verde (01),Carlinda (01), Cuiabá (02), Jaciara (01), Juara (01), Primavera do Leste (02), Pontal do Araguaia (01), Pontes e Lacerda (01),Tangará da Serra (01), Sinop (04), Sorriso (02), Vera (01), Sapezal (01) e Lucas do Rio Verde (01).

Outras cinco mortes estão em investigação nas cidades de Alto Taquari (01), Juara (01) , Lucas do Rio Verde (01), Nova Xavantina (01) e Cuiabá (01).

Prevenção

A Secretaria Estadual de Saúde recomenda que as principais formas de combate ao mosquito da dengue são através da limpeza de calhas dos telhados, dos pratinhos dos vasos de plantas e piscinas. Não deixar formar poças d’água, eliminar qualquer tipo de material que possa acumular água, garrafas ou manter recipientes sempre virados de boca para baixo, armazenar pneus em locais cobertos para não acumular água e tampar bem as caixas d’água e os poços.

 

quarta-feira, 21 de agosto de 2013

Pronatec vai ofertar cursos de qualificação em Vila Rica e mais 15 municípios

O Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego (Pronatec), coordenado pela Secretaria de Estado de Ciência e Tecnologia (Secitec), vai ofertar 65 cursos gratuitos em 16 municípios de Mato Grosso neste segundo semestre. Os cursos podem levar de dois a seis meses para a formação do profissional. As chances de se tornar um empreendedor individual ou encontrar uma vaga no mercado de trabalho são maiores após a qualificação.
Dentre os cursos de maior procura pelos alunos estão o de mecânico de máquinas agrícolas, operador de máquinas e implementos agrícolas e eletricista na rede de distribuição de energia. Os municípios com a vocação para o agronegócio sempre estão em busca desses profissionais.
“Esses cursos são realizados em parceria com as empresas. No caso de eletricista com a Rede Cemat. Em Tangará da Serra o curso de operador de máquinas agrícolas foi com a John Deere (multinacional do ramo). Após o curso, muitos foram absorvidos pelo mercado ou indicado pelas empresas”, explicou o coordenador adjunto de Administração do Pronatec, Nelson Massayuki Yoshitake.
Há outros cursos como o de salgadeiro, manicure e pedicure, cabelereiro, padeiro e artesão de pintura em tecido que permitem que as pessoas possam abrir seu próprio negócio tornando-se um empreendedor individual.
De agosto a novembro estão previstos cursos de inseminador artificial de animais, bovinocultura do leite, montador e reparador de móveis, organizador de eventos, operador de computador, agricultor agroflorestal, cabeleireiro, depiladora, auxiliar administrativo, costureiro, cuidador de idoso, mestre de obras, carpinteiro, dentre outros.
Os cursos serão ofertados nos municípios de Água Boa, Barra do Garças, Barra do Bugres, Carlinda, Luciara, Nova Xavantina, Ribeirão Cascalheira, Santa Terezinha, Primavera do Leste, Sinop, Tangará da Serra, Várzea Grande, Santa Carmem, Vila Rica e Pontal do Araguaia.
O secretário de Estado de Ciência e Tecnologia, Rafael Bastos, comentou que o Pronatec é um importante instrumento de formação e qualificação, especialmente para atender as exigências do país e de Mato Grosso que precisam de mão de obra qualificada para construir o desenvolvimento.

“A parceria com o Governo Federal, governo estadual, prefeituras e parceiros é fundamental para que possamos levar esse programa para todo o nosso estado e consigamos cumprir com a nossa missão e objetivo que é ser um instrumento para que nossos jovens possam ter meios de sonhar e se preparar para o futuro”.
Por: Débora Siqueira

terça-feira, 20 de agosto de 2013

Greve de professores estaduais completa uma semana em MT, Governador de MT declara que não negocia com professores em greve

O governador Silval Barbosa (PMDB), de Mato Grosso, declarou que não irá discutir as pautas reivindicadas pelos professores enquanto a classe estiver em greve no estado. Nesta segunda-feira (19) a paralisação da categoria completou uma semana. Segundo o Sindicato dos Trabalhadores do Ensino Público de Mato Grosso (Sintep-MT), 80% das escolas aderiram à greve no estado.
“Eu não discuto em greve. Eles estão discutindo com os secretários. Eu espero que haja um entendimento para eles voltarem”, declarou Silval em entrevista à TV Centro América. 
A classe reivindica quatro pautas principais para realização de acordo. São elas: o reajuste salarial em 10,41%; inclusão da hora atividade para professores contratados; melhoria na estrutura das escolas; e a posse dos classificados no concurso de 2010. Na última reunião realizada com o Sintep na sexta-feira (16) o governo apresentou um calendário para a posse de técnicos e apoio administrativo, além de mais 500 professores até novembro de 2013.
As outras pautas não tiveram propostas. “Avançamos pouco em relação à pauta apresentada”, declarou o presidente do Sintep, Henrique Lopes Nascimento. Os professores pedem também a destinação de 35% dos recursos estaduais para a educação. Essa é a segunda paralisação realizada pela classe neste ano, sendo que a primeira foi em abril e durou uma semana.


Em relação às reivindicações, o governador declarou que em seu governo 8.600 profissionais foram efetivados na área de educação no estado. “De 2010 para cá eu repus toda a inflação que houve, mais 25,8% de ganho real na carreira dos servidores. Nunca se fez tanto na carreira dos servidores, nunca se chamou tanta gente em concurso como se chamou agora”, argumentou Silval.

O presidente do Sintep rebateu as declarações do governador e disse que Silval deve se colocar à disposição para resolver o impasse. “Ele tem que se colocar na condição de governador e não levar isso para um nível pessoal. Há um impasse que tem que ser resolvido. Nós anunciamos a possibilidade de greve em 2012 e ele tem conhecimento da pauta”, disse.

O presidente do Sintep chamou a atenção para o fato de que quando o concurso foi lançado em 2010, ainda no governo de Blairo Maggi, o estado tinha menos de 50% dos profissionais da educação efetivados. “Os profissionais contratados têm prejuízos na carreira, migram muito de escolas, o que atrapalha na política pedagógica de cada instituição, não recebem por hora atividade e recebem menos do que os efetivos”, declarou. “O concurso previa a contratação de 3 mil profissionais e por pressão popular os outros 5 mil foram chamados”, complementou. Henrique Lopes acredita que haja necessidade da contratação de mais 5 mil profissionais para atender às demandas estaduais.
Do G1 MT

segunda-feira, 19 de agosto de 2013

Brasil vai testar vacina contra dengue em humanos


A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) autorizou o Instituto Butantan a fazer testes da vacina contra a dengue em seres humanos. O teste terá a duração de cinco anos e será feito em 300 voluntários. Segundo o Ministério da Saúde, a autorização dada pela Anvisa é para a fase dois do estudo e visa a analisar efetivamente a eficácia e segurança da vacina tetravalente e que pretende prevenir a população contra os quatro tipos da doença (1, 2, 3 e 4).

Os testes em pessoas serão feitos no Instituto Central (Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo-USP); no Instituto da Criança (Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da USP) e no Hospital das Clínicas (Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto – USP). O ministério está investindo R$ 200 milhões na pesquisa da vacina contra a dengue e projetos de outros produtos biológicos.
 
A pesquisa da nova vacina foi iniciada em 2006 pelo Instituto Butantan. Se for aprovada em todas as etapas da pesquisa clínica, poderá ser vendida e distribuída à população. A perspectiva do governo, em caso de sucesso em todas as etapas, é atender a demanda global e também exportar a vacina contra a dengue.

O ministro da Saúde, Alexandre Padilha, avalia que a autorização para os testes é um grande passo para o enfrentamento da doença e faz parte dos esforços do governo para proteger a população contra a dengue.
O Instituto de Tecnologia em Imunobiológicos Bio-Manguinhos, da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), também está pesquisando uma vacina contra a dengue com apoio do Ministério da Saúde. Os estudos começaram em 2009, em parceria com o laboratório privado GSK.
por Iolando Lourenço - Agência Brasil   

Seduc convocará mais 1.336 classificados em Concurso

A Secretaria de Estado de Educação (Seduc) convocará até o novembro mais 1336 profissionais da Educação classificados no último concurso público (edital 004/2009) realizado em 2010. Ao todo serão convocados 516 professores, 33 Técnicos Administrativos Educacionais (TAE) e 590 Apoios Administrativos Educacionais (AEE). Com a primeira convocação para 02 de setembro.
Em reunião realizada com Seduc/SAD e Sintep-MT, o secretário de Estado de Educação, Ságuas Moraes, e de Administração, Francisco Faiad, apresentaram o cronograma.
Dia 2 de setembro serão convocados 33 Técnicos Administrativos Educacionais; e 242 Apoio Administrativo Educacionais. Em 1º de Outubro será feito o chamamento de mais 248 Apoios Administrativos. E, em 18 de novembro, 516 professores.
“A convocação de professores será a última para não comprometer o trabalho já em andamento nas escolas. Pois, o processo de posse leva em média 30 dias podendo ser prorrogável por mais 30”, esclarece o secretário adjunto de Políticas Institucionais de Pessoal da Seduc, Edilson Spenthoff.
Ao todo a Seduc já convocou 8.540 profissionais da Educação que fizeram o certame de 2009. Desse total, 5246 foram aprovados e 3294 foram classificados. “O edital disponibilizava 5500 vagas. Já chamamos 8540 com mais 1336 serão 9876 convocados para trabalharem em nossas Escolas”, finalizou Edilson.
Por: Volney Albano

sábado, 17 de agosto de 2013

Primeira reunião entre professores e governo ocorre sem avanços

Primeira reunião entre o Sindicato dos Trabalhadores do Ensino Público de Mato Grosso (Sintep/MT) e governo do Estado após a greve dos professores deflagrada no início da semana, não apresentou avanços, segundo informou o presidente do Sintep, Henrique Lopes.
O sindicalista explicou que a categoria aguardava uma reunião com o secretário estadual de Fazenda (Sefaz), Marcel Cursi e com o governador Silval Barbosa (PMDB), já que a principal reivindicação é a recomposição salarial de no mínimo 10,41% acima da inflação para equiparar os vencimentos dos trabalhadores da educação a demais carreiras do executivo estadual.
Apenas o secretário estadual de Educação, Ságuas Moraes e o de Administração, Francisco Faiad, compareceram ao encontro, e apresentaram a proposta de chamar os aprovados em concurso público já em novembro deste ano, o que foi considerado pelo presidente, um pequeno avanço.
“Agora vamos aguardar por escrito algumas propostas, que o secretário deve encaminhar. Após receber esse documento, faremos uma reunião interna e no dia 26 deste mês passamos para a categoria em assembleia”, disse Lopes.
Enquanto isso, a greve nas escolas estaduais permanece por tempo indeterminado. Categoria ainda pede a aplicação dos 35% dos recursos do Estado na educação e realização de novo concurso, cumprimento da hora-atividade e investimento nas escolas.
Greve iniciou nesta segunda-feira (12), por tempo indeterminado, com adesão de 75% das escolas do Estado, segundo o Sindicato dos Trabalhadores do Ensino Público de Mato Grosso (Sintep/MT).

Por: Gazeta Digital