TAPIRAPE FM

sábado, 30 de março de 2013

Campanha de vacinação contra a gripe deve imunizar 31,3 milhões de pessoas em abril

O Ministério da Saúde pretende vacinar este ano 31,3 milhões de brasileiros contra a gripe. O número representa 80% de um total de 39,2 milhões de pessoas que integram os chamados grupos prioritários – gestantes, idosos com mais de 60 anos, crianças entre 6 meses e 2 anos, profissionais de saúde, índios, população carcerária e doentes crônicos.
Uma das novidades anunciadas pela pasta é a inclusão de mulheres em puerpério (período de até 45 dias após o parto) nos grupos prioritários para vacinação. Outra mudança vai possibilitar que pessoas com doenças crônicas tenham acesso ampliado à vacina por meio de postos de saúde e não apenas centros de referência. Basta apresentar uma prescrição médica no ato da imunização.
A Campanha Nacional de Vacinação começa no dia 15 de abril e segue até o dia 26 do mesmo mês. No dia 20 de abril (sábado), todos os 65 mil postos de saúde do país vão funcionar para um dia de mobilização. Ao todo, 240 mil profissionais de saúde devem participar da ação, além de 27 mil veículos terrestres, marítimos e fluviais.
Serão distribuídas cerca de 43 milhões de doses que, este ano, protegem contra os seguintes subtipos de influenza: A (H1N1) ou gripe suína, A (H3N2) e B. Além dos R$ 330 milhões gastos com a vacina, o governo federal vai enviar aos estados e municípios R$ 24,7 milhões para apoiar ações de mobilização e preparação de equipes de saúde.
O secretário de Vigilância em Saúde, Jarbas Barbosa, destacou que a vacina é segura e só é contraindicada para pessoas com alergia severa a ovo. Ele lembrou que, no ano passado, a cobertura entre gestantes, por exemplo, foi baixa em razão da falta de conhecimento sobre a importância da imunização. “Muitas vezes, o obstetra não está familiarizado e não recomenda”, explicou.
O ministro da Saúde, Alexandre Padilha, reforçou que a dose contém o vírus em sua forma inativa, mas que não há risco de uma pessoa contrair gripe em razão da imunização. O que pode ocorrer, segundo ele, é a pessoa tomar a vacina com o vírus em período de incubação no corpo e apresentar um quadro gripal logo em seguida.
“A vacina contra a influenza é o melhor método que temos para reduzir o risco de casos graves e de internação”, disse Padilha. “É importante que a gente mantenha altas taxas de cobertura vacinal”, completou.
Por: Paula Laboissière

Estado mobiliza população para testes de sífilis de 1º a 07 de abril

A Secretaria de Estado de Saúde (SES/MT) participa na próxima semana da Mobilização Nacional de enfrentamento a sífilis, em parceria com o Departamento de DST/AIDS e Hepatites Virais do Ministério da Saúde. A mobilização tem como foco a triagem da sífilis por meio do teste rápido, no período de 1º a 07 de abril. Em Mato Grosso o dia “D” da mobilização será 05 de abril com ações em todos os municípios do Estado, através dos Escritórios Regionais de Saúde. 
A proposta do Ministério da Saúde é utilizar a mesma estratégia da campanha de combate a DTS/AIDS do programa Fique Sabendo, que incentiva a população a realizar exames de detecção de doenças sexualmente transmissíveis.
DADOS - Do ano de 2007 a fevereiro de 2013, o Estado de Mato Grosso registrou 1.763 casos de sífilis, sendo que desse total, 1.289 casos foram detectados em gestantes e 474 casos de sífilis congênita (quando a mãe gestante infectada passa a doença para o bebê através da placenta). As consequências da sífilis no bebê podem variar conforme a gravidade da doença da mãe. Existe risco de abortamento espontâneo, parto prematuro e ao nascer o bebê pode apresentar os sintomas da doença. Além disso, a irritabilidade e a febre podem estar presentes.

Por: Anderson Acendino

quinta-feira, 28 de março de 2013

Estado dá ordem de serviço para as pontes do Catingudo, Jacaré Valente e Sabino na MT-430



Construtora Via Áppia recebeu na tarde desta segunda-feira, 25.03, a ordem de serviço da Secretaria de Estado de Transportes e Pavimentação Urbana (SETPU) para o início das obras de construção das pontes de concreto sobre os rios Catingudo, Jacaré Valente e Sabino, na MT-430, Norte Araguaia.
As pontes são uma conquista do deputado Estadual Baiano Filho (PMDB), contempladas no plano de estruturação da logística de transporte implementada pelo Governo do Estado em atendimento a região. Juntas, as pontes somam um investimento de R$ 4 milhões com prazo de execução de 240 dias. Sobre o rio Sabino a ponte terá um vão de 50m, do Jacaré Valente 40m, e a ponte do Catingudo 30m.>>>
Segundo o engenheiro Fernando Fernandes, a construção efetiva das pontes terá início somente após o período de chuvas, quando as águas dos rios baixarem. Enquanto isso, a empresa começa a execução dos trabalhos topográficos, o deslocamento dos equipamentos e a montagem do pátio de obras. Desta forma, é esperado que ao menos os trabalhos de fundação tenham início até meados de abril.
“Mais uma demonstração da força de vontade do governador Silval Barbosa em trabalhar pela região, a exemplo do MT Integrado que em breve estaremos percorrendo os municípios lançando cada uma das obras, isso garantirá a interligação da região impactando drasticamente no escoamento da safra”, concluiu o deputado Baiano.

PONTE DO FONTOURA – A Via Áppia também foi a responsável pela construção da ponte de 125m sobre o rio Fontoura, na MT-430. À época das obras, a construção despertou a curiosidade de moradores e viajantes que percorriam a rodovia no trecho entre Confresa e o Distrito de Santo Antonio do Fontoura.
Além da mega estrutura montada a partir de um sistema de treliças para o desembarque das peças e a acomodação sobre os pilares, as obras também chamaram atenção pelas carretas de mais de 40m de comprimento que cruzavam a BR-158, a cada cinco dias. A cada viagem, oito novas vigas de mais de 16 toneladas eram desembarcadas na obra.
Fonte: Naiara Martins