terça-feira, 6 de janeiro de 2015

Novo diretor diz ter missão de mudar estereótipo do Detran em MT

Alvo de críticas e reclamações há anos pela ineficiência, pela burocracia e pelo sistema frequentemente “fora do ar”, o Departamento estadual de Trânsito (Detran) de Mato Grosso deve passar a ser gerido a partir deste ano pelo delegado Rogers Elizandro Jarbas, da Polícia Civil. Designado pelo novo governador Pedro Taques (PDT), o delegado afirma que seu objetivo dentro do órgão é rever a dinâmica de trabalho e transformar a qualidade do atendimento ao cidadão, fazendo com que o Detran perca o “estereótipo” negativo reforçado nos últimos anos.

“Esse estereótipo que foi criado em relação ao Detran tem que ser mudado. Ele é um órgão importantíssimo dentro do estado e que está ali para servir às pessoas”, enfatizou o novo diretor durante a posse do governador.

Delegado da Delegacia Especializada de Crimes Fazendários, Rogers Elizandro Jarbas afirmou que, entre suas ações dentro do órgão, está a revisão de todos os processos de trabalho dos servidores com vistas à melhoria de qualidade no produto final – que é o atendimento ao cidadão que se dirige ao órgão e precisa resolver suas pendências.

As mudanças organizacionais são complexas, mas o delegado afirmou crer que assume a gestão do órgão no momento propício para que elas aconteçam.

“Tendo o governador Pedro Taques à frente do estado já é motivo para que a gente possa acreditar que muita coisa vai mudar. É isso que ele pregou - as mudanças - e eu estou indo para o Detran com esse propósito, trazer mudanças, transformar o Detran num órgão verdadeiramente do estado, vocacionado ao atendimento de qualidade, que as pessoas se sintam satisfeitas com o órgão e mudar os processos de trabalho, toda essa dinâmica aí”, declarou.

O delegado também apontou que sua experiência na Polícia Civil vai contribuir para prevenir a ocorrência de práticas ilegais dentro do Detran, que já figurou até mesmo na operação Ararath, deflagrada pela Polícia Federal (PF) em investigação sobre esquemas de corrupção e lavagem de dinheiro. Um mandado de busca e apreensão chegou a ser expedido para cumprimento na casa do ex-presidente do órgão em Cuiabá.

Além disso, servidores do Detran já foram presos suspeitos de participação em esquemas de venda de Carteira Nacional de Habilitação (CNH) em Mato Grosso.

Jarbas afirmou que o trabalho na Delegacia de Crimes Fazendários proporcionou experiência suficiente sobre os principais e mais comuns atos delitivos cometidos dentro do órgão, de forma que ele terá condições para combatê-los com afinco no cargo de diretor.

O Detran está ligado à Secretaria de estado de Segurança Pública (Sesp), agora sob comando do promotor Mauro Zaque.


Outros órgãos e cargos ligados à Sesp também já tiveram nomeações anunciadas pelo governador Pedro Taques, como a Perícia Oficial e Identificação Técnica (Politec), na qual será mantido o atual diretor-geral Rubens Sadao Okada, o comando do Corpo de Bombeiros, com o coronel Julio Cézar Rodrigues, o comando da Polícia Militar, com o coronel Zaqueu Barbosa, e a diretoria-geral da Polícia Civil, com o delegado Adriano Peralta Moraes.

Por: Do G1 MT

Nenhum comentário:

Postar um comentário