Volume de cheques sem fundos em Mato Grosso aumenta 4,7%



Mato Grosso teve, em março, aumento de 4,78% no volume de cheques sem fundos que foram devolvidos pelos bancos. O Estado ficou em 13º no ranking nacional e, no Centro-Oeste, concentra o 2º maior volume, sendo superado por Tocantins com 4,90%. Goiás ficou em 3º na região com aumento em 3,04%, Mato Grosso do Sul com 1,78%. No levantamento geral, Roraima foi o Estado com maior percentual devolvidos com 13%, seguido pelo Acre (9,84%) e por Sergipe (9,07%).
Em março, 2,36% dos cheques emitidos foram devolvidos, aponta levantamento divulgado hoje pela empresa de consultoria Serasa Experian. O volume é 0,17 ponto percentual maior que o registrado no mesmo período do ano passado, quando a taxa de cheques sem fundos ficou em 2,19%. Esse é o maior percentual desde maio de 2009, quando as devoluções alcançaram 2,52%. Foram devolvidos cerca de 1,5 milhão de cheques em março, o que equivale a um acréscimo de 0,46 ponto percentual na comparação com fevereiro deste ano – quando 1,9% foram recusados. No acumulado do ano, o volume de cheques sem fundos também está levemente acima do registrado no mesmo período de 2012. O percentual passou de 2,04% para 2,09%.
Para os economistas da Serasa, a alta está relacionada à sazonalidade de março, período em que os consumidores estão envolvidos com a última parcela do Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores (IPVA) e com o parcelamento das despesas escolares. A empresa de consultoria aponta ainda que inflação no preço dos alimentos reduziu o poder aquisitivo dos salários, especialmente para classes de baixa renda, as quais utilizam mais intensamente esse meio de pagamento.


Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Divulgado gabarito da prova do Ensino Médio Integrado do IFMT

Discussão leva à tentativa de homicídio em Canabrava do Norte com um tiro na boca

Candidatos têm até dia 15 de agosto para se inscrever no concurso da Seduc