sexta-feira, 2 de agosto de 2013

Operação contra crimes ambientais terá apoio do Exército por 1 mês

Homens do Exército ficam ainda mais 30 dias dando apoio ao Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Renováveis (IBAMA) na Operação Hileia Pátria, desencadeada em 1º de julho, contra crimes ambientais. O comandante da 13ª Brigada de Infantaria Motorizada, general de Brigada Carlos Alberto Mas, afirmou, agora a pouco, em entrevista coletiva, que a expectativa inicial, a partir do começo dos trabalhos, é pela permanência de 60 dias, mas destacou este prazo pode ser prorrogado. "Estamos dando apoio logístico ao IBAMA na operação de combate aos ilícitos da área ambiental", explicou. O saldo parcial da operação ainda não divulgado pelo instituto.

O sargento afirmou que cerca de 195 homens estão envolvidos na operação. "Estamos com desdobramento de equipes no terreno aqui em Sinop, Marcelândia e Feliz Natal. E temos lá, meio de pessoal, material e equipamentos, para possibilitar o transporte e a guarda temporária de qualquer madeira e material apreendido pelo IBAMA", explicou. "Tivemos várias missões, não digo incidentes. Tivemos várias apreensões já conduzidas pelo IBAMA e nós fizemos o apoio logístico, o carregamento, transporte e levado para o local de guarda, que está sendo disponibilizado pelas prefeituras no caso de Marcelândia e Feliz Natal", acrescentou.

O comandante da área de apoio logístico, major Flávio Milhomem, afirmou que a escolha de Sinop como base central da operação foi estratégica. "Para permitir que as operações ocorram nos municípios de Marcelândia e Feliz Natal, que são as bases que estão diretamente com o Ibama", disse. "Temos em torno de 50 viaturas para atuar nas três bases. Aqui [em Sinop] estamos ocupando as instalações do tiro de guerra e nos municípios de Marcelândia e Feliz Natal o pelotão tem meios para realizar esse apoio para o IBAMA, estão em instalações cedidas pelas prefeituras", explicou.

Além dos trabalhos contra os crimes ambientais, ainda são desenvolvidas Ações Cívico-Sociais, que consistem em atividades de atendimento médico, odontológico, entre outros, destinados principalmente às famílias carentes.

Nenhum comentário:

Postar um comentário