terça-feira, 10 de setembro de 2013

Sem acordo, servidores do Dnit de MT terminam greve após mais de 70 dias

Depois de mais de 70 dias em greve, os servidores do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit) em Mato Grosso retornaram ao trabalho nesta segunda-feira (9). No entanto, a categoria pôs fim à greve sem avanços nas negociações com o governo federal. Conforme o Sindicato dos Servidores Públicos Federais (Sindsep-MT), o reajuste de 15,8%, proposto pelo governo, foi recusado pelos trabalhadores, que pediam a equiparação com o salário dos trabalhadores das agências reguladoras.
"Se o governo quiser dar o reajuste, será por conta dele porque nós não aceitamos. Não tem cabimento aceitamos a mesma proposta que já havíamos recusado no ano passado", disse Carlos Alberto de Almeida, presidente do Sindsep. Ele explicou que, em Mato Grosso, 35 servidores, o correspondente a metade do quadro, paralisam as atividades, já que uma decisão judicial havia determinado a manutenção de 50% dos serviços.
Com a equiparação salarial, os servidores teriam um reajuste médio de 30%. A contrariedade da categoria em relação à proposta do governo se dá pelo fato de o reajuste ser pago de forma parcelada. Na próxima quarta-feira (11), está agendada uma reunião com o representantes de todos os estados para avaliar os efeitos da greve, assim como os atrasos nas obras, e ainda a continuidade à mobilização nacional em prol da pauta de reivindicações dos profissionais.
 O presidente do Sindsep afirmou que os servidores estão sem aumento salarial desde 2008. Atualmente o salário base é de R$ 2.400, o que, na avaliação do presidente da Confederação dos Trabalhadores no Serviço Público Federal (Condsef), Sérgio Ronaldo, não é "nenhum pouco atraente". "No último concurso, somente 800 pessoas tomaram posse no concurso, por causa do salário baixo", pontuou.  Em todo o país, o Dnit conta com 2,6 mil servidores.
A greve da categoria foi deflagrada no dia 25 de junho deste ano.Por: Do G1 MT

Nenhum comentário:

Postar um comentário