sexta-feira, 28 de fevereiro de 2014

Polícia Civil investiga desaparecimento de grávida em Porto dos Gaúchos

A Polícia Judiciária Civil realizará buscas em uma fazenda na tentativa de localizar uma jovem de 28 anos, grávida de 6 seis meses, desaparecida na cidade de Porto do Gaúchos (663 km a Médio-Norte de Cuiabá), desde o dia 19 de fevereiro. As buscas foram feitas nesta quinta-feira (27.02), com apoio de cães farejadores do Canil da Delegacia Especializada de Repressão a Entorpecentes (DRE) e do Corpo de Bombeiros da cidade de Colíder.   
Um pecuarista da região está preso em cumprimento de mandado de prisão temporária (30 dias), desde o dia 21 de fevereiro, por ser o principal suspeito do desaparecimento de Franciele Costa, de 28 anos, vista pela última vez na noite do dia 18 caminhando na cidade. 
O fazendeiro seria o pai da criança que a jovem espera, mas ele negou ao delegado de Porto dos Gaúcho, André Luiz Barbosa, envolvimento amoroso com Franciele. No entanto, confirmou que conhecia a moça.
O delegado informou que pediu quebra de sigilo telefônico do pecuarista, que está tento o nome preservado, pelo fato da polícia ainda apurar a participação de outra pessoa. “A investigação desse desaparecimento está sendo uma das mais complexas já realizadas na comarca de Porto dos Gaúchos”, pontuou o delegado. 
Conforme André Luiz, a moça desaparecida trabalha em um bar na cidade e quarta-feira (19) da semana passada, o patrão estranhou o fato dela não comparecer ao trabalho. Ela também teria deixado outros dois filhos menores de 10 anos, com uma babá, e não dado mais notícia. “Na mesma hora começamos a fazer diligências e algumas pessoas ouvidas nos levaram até o fazendeiro, que seria a última pessoa que teria estado com ela”, explicou o delegado.
 
O delegado informou que as buscas serão realizadas na fazenda do pecuarista, que é casado e queria manter o relacionamento amoroso em segredo. “Ele nega a paternidade, mas pessoas próximas à vítima contaram que ele seria o pai, e por ser casado, queria manter o relacionamento em segredo”, acrescentou o delegado.
 
Nesta quarta-feira (26), peritos da Perícia Técnica e Identificação Técnica (Politec) de Sinop (500 km ao Norte) realizaram perícia em dois veículos do fazendeiro para encontrar vestígios da grávida desaparecida. “Todas as evidências levaram ao fazendeiro. Por isso requisitamos perícia nos veículos e buscas na propriedade”, finalizou o delegado André Luiz Barbosa.  
 
O pai dos dois filhos da jovem desaparecida não mora na cidade e está ajudando com informações à polícia.
 
Denúncias podem ser feitas no telefone da unidade policial (65) 3526-1284 ou no 197 e 181, no Centro Integrado de Operações de Segurança (Ciosp).
 
Escrito por assessoria / Agua Boa News

Nenhum comentário:

Postar um comentário