TAPIRAPE FM

quarta-feira, 14 de janeiro de 2015

Sisu terá 40% das vagas para estudantes de escolas públicas

Das 205.514 vagas ofertadas por universidades federais, institutos tecnológicos e universidades estaduais, na primeira edição de 2015 do Sistema de Seleção Unificada (Sisu), 82.879 (ou 40%) estão destinadas a estudantes que atendam aos quesitos da Lei de Cotas, ou seja, que tenham cursado todo o ensino médio em escolas públicas.

Pela lei, neste processo seletivo do Sisu, pelo menos 37,5% de suas vagas são para cotistas. Até 2016, as instituições deverão atingir o percentual de 50% de vagas reservadas.

A maioria das universidades federais já oferece 50% das vagas do Sisu pela Lei de Cotas. É o caso da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), que tem 2.397 vagas do total de 4.772 reservadas para cotistas (50,2%), ou da Universidade Federal de São Carlos (UFSCar), com 1.395 vagas das 2.783 reservadas pela lei (50,1%).

O caso extremo é o da Universidade Estadual do Ceará (UECE), onde todas as suas 1.050 vagas são para os alunos de escolas públicas.

Ações afirmativas

Além da Lei de Cotas, algumas instituições promovem reserva de vagas por ações afirmativas, como vaga para deficientes, quilombolas ou um índice maior para alunos negros, pardos ou indígenas. No total, 12.825 vagas do Sisu são reservadas para ações afirmativas das universidades e institutos.

Inscrições começam segunda

As inscrições para o Sisu serão abertas na próxima segunda-feira, dia 19. As vagas já podem ser consultadas no site sisu.mec.gov.br. O aluno vai concorrer usando a nota do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2014, que será divulgada nesta terça-feira (13).

Para concorrer às vagas por cotas, o estudante deve optar pela disputa como cotista no ato de inscrição.

Das vagas reservadas pelas instituições para estudantes que cursaram o ensino médio em escolas públicas, metade é destinada para estudantes com renda familiar bruta mensal por pessoa de até um salário mínimo e meio.

O preenchimento das vagas leva em conta ainda critérios de cor ou raça, ou seja, um percentual das vagas são reservadas para estudantes autodeclarados pretos, pardos ou indígenas em proporção igual à de pretos, pardos e indígenas

Nordeste reúne maior parte das vagas

Das 205.514 vagas ofertadas por universidades federais, institutos tecnológicos e universidades estaduais, 83.700 estão distribuídas pelos estados do Nordeste.

A região Sudeste tem 52.964 vagas (25,8% do total); a Sul conta com 28.511 (13,9%); Centro-Oeste, com 26.077 (12,7%) e Norte, com 14.262 (6,9%), segundo levantamento feito pelo G1 com base nos dados fornecidos pelo Ministério da Educação.

Os estudantes podem conferir as opções de vagas por município, instituição ou curso e se preparar para as inscrições que começam na próxima segunda-feira (19) no site sisu.mec.gov.br. O prazo vai até as 23h59 do dia 22.
Há vagas em 5.631 cursos de 128 instituições públicas de educação superior (IES).

Minas Gerais é o estado com o maior número de vagas disponíveis. Serão 24.900 em 754 cursos de 18 instituições.
Em segundo lugar vem o Rio de Janeiro, com 16.544 vagas em 413 cursos de 19 instituições.

A Paraíba tem 15.041 vagas, seguida por Rio Grande do Sul (14.111), Bahia (13.045), Pernambuco (11.533), Paraná (11.021), Ceará (10.929) e São Paulo (10.432).

Como é o processo

O Sisu seleciona alunos para vagas em instituições públicas de ensino superior a partir da nota do Enem. Para participar desta edição, o candidato tem de ter feito a edição 2014 do exame e não ter zerado na redação. O estudante poderá se inscrever em até duas opções de vaga.

O candidato deve definir se deseja concorrer às vagas de ampla concorrência, às vagas reservadas de acordo com a Lei nº 12.711/2012 (Lei de Cotas) ou às vagas destinadas às demais políticas afirmativas das instituições.

Durante o período de inscrição, o candidato pode alterar suas opções. Será considerada válida a última inscrição confirmada.

Ao final da etapa de inscrição, o sistema seleciona automaticamente os candidatos mais bem classificados em cada curso, de acordo com suas notas no Enem e eventuais ponderações (pesos atribuídos às notas ou bônus).

Serão considerados selecionados somente os candidatos classificados dentro do número de vagas ofertadas pelo Sisu em cada curso, por modalidade de concorrência. Caso a nota do candidato possibilite sua classificação em suas duas opções de vaga, ele será selecionado exclusivamente em sua primeira opção.


O resultado da primeira chamada regular será divulgado no dia 26 de janeiro.

Por: Do G1

Nenhum comentário:

Postar um comentário