quarta-feira, 25 de fevereiro de 2015

Dono de empresa de segurança privada é preso por roubo em Sapezal


Um empresário do ramo de segurança privada foi preso em flagrante em operação conjunta da Polícia Judiciária Civil e Polícia Militar, na  semana passada, em Sapezal (480 km a Noroeste da Capital). O acusado Iure Riandr Corbolim, proprietário da empresa de segurança “Fênix Monitoramento e Segurança” e seus comparsas, Genilson Souza Pereira, 31, Adre Junior Batista, 33, foram presos em flagrante por roubo qualificado.

Segundo a Polícia, o acusado se instalou na cidade de Sapezal há 6 meses e montou a empresa especializada em serviços de segurança privada. O empresário e sua equipe procuravam captar clientes, moradores e empresários de Sapezal, oferecendo os serviços da empresa por um valor mensal muito abaixo das demais empresas de monitoramento da cidade. Pressionadas, as pessoas acabavam contratando os serviços da empresa do acusado.

Nos últimos meses, houve aumento no índice de furtos a residências na cidade, sendo que várias casas vítimas dos furtos eram monitoradas pela empresa “Fênix”. Segundo as investigações, os furtos eram praticados por funcionários do acusado, mas em pouco tempo o empresário e a sua quadrilha começou a cometer assaltos com emprego de armas.
No dia 09 de fevereiro, a quadrilha chefiada pelo empresário invadiu o supermercado Nova Aurora e roubou aproximadamente R$ 6 mil. Durante a ação, registrada pelo circuito de câmeras do supermercado, os criminosos aterrorizaram as vítimas agindo de forma violenta e mediante ameaças.

Em outra ação, os criminosos assaltaram um posto de combustível de onde levaram dinheiro, celular e joias do gerente. A vítima reconheceu o empresário e um funcionário dele como autores do crime.

Na tarde de quarta-feira (18), o empresário e seus comparsas retornaram ao supermercado Nova Aurora para um novo roubo, em que novamente foram ousados e agressivos, pois havia pouco dinheiro no caixa.

Logo após o crime, policiais deram início a operação de busca e captura dos assaltantes, conseguindo localizar o empresário, seus comparsas e um veículo Corsa Classic, de uma locadora de veículos, o dinheiro roubado e capas de chuvas usadas durante o assalto.  Os produtos estavam escondidos em uma mata próximo a lavoura de soja.

Com os acusados, os Políciais apreenderam um simulacro de pistola, preta, e três motocicletas, 1 Honda Brós 150, 1 Honda 150 Sport e Honda 150 prata, utilizadas nos crimes dos dias 09, 16 e 18 de fevereiro.
Segundo o delegado Adil Pereira de Paula, o empresário Iure era o mentor da quadrilha e trabalha com os comparsas Genilson com várias passagens por crimes de roubo no Estado de Rondonia e Adre com passagem por tentativa de homicídio, furto, receptação e Maria da Penha.
“Além do flagrante, os acusados continuarão  investigados por crimes de furtos a residências e outros roubos no município”, esclareceu o delegado.
Os presos foram encaminhados à Cadeia de Campo Novo do Parecis.


As prisões fazem parte da operação “Actio Auctoritatis” da Polícia Judiciária Civil, de fortalecimento das investigações de roubo e tráfico de drogas, que integra o plano estratégico da Secretaria de Estado de Segurança Pública (Sesp), para os 100 primeiros dias de combate a criminalidade do ano de 2015.
Por: Cenário MT

Nenhum comentário:

Postar um comentário