quinta-feira, 22 de outubro de 2015

Polícia prende trio por morte e estupro de adolescente no Rio Nobres

Em menos de 24 horas, a Polícia Judiciária Civil esclareceu o homicídio de uma menina de 12 anos, ocorrido na segunda-feira (19.10), no município de Nobres (146 km a Médio Norte). O corpo da vítima foi localizado boiando no Rio Nobres, as margens do Posto Xaxim, com marca de esganadura no pescoço e lesão no braço.Duas pessoas e um adolescente, apontados como autores do crime bárbaro, foram detidas durante as investigações da Delegacia de Polícia de Nobres.

Os acusados, Douglas da Silvam 20, conhecido como “Meteoro”, Ericles Mariano de Arruda, 19, foram autuados em flagrante pelos crimes de estupro de vulnerável, homicídio triplamente qualificado, por motivo torpe, meio cruel, e emprego de recurso que impossibilita a defesa da vítima, ocultação de cadáver e corrupção de menores. Além destes crimes, Ericles também responderá por tráfico de drogas.

O menor, E.J.M.A., 16 anos, irmão de Ericles, responderá pelo ato infracional de estupro de vulnerável, homicídio triplamente qualificado e ocultação de cadáver.

A vítima L.K.S.S.D. de 12 anos, moradora de Nobres, desapareceu na noite de domingo (18). No início da manhã de segunda-feira (19), por volta das 06h30 à mãe da menina conseguiu fazer o último contato com a filha por telefone. De acordo com as investigações, a menina era usuária de droga e estava na companhia dos três rapazes em uma região conhecida como “Banhador”, onde pessoas e caminhoneiros retiram água e tomam banho.

Durante as diligências, todas as pessoas que estava na região, entre elas outras meninas menores de idade, foram conduzidas a Delegacia de Nobres, para serem ouvidas pelo delegado de polícia Caio Fernando Alvares de Albuquerque, em buscas de informações que pudessem levar ao esclarecimento do crime.

Durante um dia inteiro de depoimentos, as testemunhas apontaram os autores do crime e a sequência das agressões, que iniciaram nas margens do rio, quando os três acusados estupraram a vítima. Em seguida, todos subiram no barranco, onde ao mesmo tempo, os acusados insultaram, molestaram e esganaram a garota. Quando a vítima perdeu os sentidos, possivelmente já morta, os três carregaram o corpo da menina e jogaram no rio.
    
Com base nas informações, os policiais civis realizam diligências e conseguiram prender em flagrante Douglas e o adolescente na cidade de Nobres. O terceiro envolvido, Ericles, foi interceptado pela Polícia Civil próximo ao município de Jangada (80 km ao Norte), dentro de um ônibus tentado fugir para Cuiabá. Com ele, os policiais apreenderam 03 porções de pasta base de cocaína e a quantia de R$ 2 mil em dinheiro.

“A rápida elucidação do crime e prisão dos autores só foi possível pelo esforço, empenho e comprometimento dos policiais civis de Nobres. A delegacia contou com a parceira do Conselho Tutelar que esteve todo momento na unidade policial acompanhando os depoimentos das testemunhas tendo em vista se tratar de menores de idade” destacou o delegado.  


A ação foi realizada pelos policiais civis de Nobres, Benedito Ribeiro Taques, Everaldo Pereira da Silva, Elionay Carvalho Nascimento, Tanaly Barbosa Costa, Rosivaldo José de Souza, Luceani Xavier Pereira, e Joseane Aparecida Fortes do Amaral, coordenados pelo delegado Caio Fernando Alvares de Albuquerque, com o apoio da equipe da Delegacia de Polícia de Jangada, que efetuou a detenção de um dos presos.

Por: PJC-MT

Nenhum comentário:

Postar um comentário