quinta-feira, 5 de novembro de 2015

Assentados participam do I Intercâmbio de Agricultores do Casadão e Oficina de Agrofloresta

“Natureza, Beleza, Alimento na Mesa e Alegria no Coração – é o Casadão”. Esse é o lema do Casadão, identificado como uma filosofia de vida, que une conservação ambiental, produção sustentável, geração de renda e coletividade. Casadão, também chamado de Agrofloresta, é um sistema de produção com diversidade de espécies florestais. Além de árvores florestais, para produzir madeira, frutas, sementes e outros produtos, a mesma área pode abrigar a criação de animais e agricultura, como adubação verde e mandioca, por exemplo.

Com objetivo de fortalecer as iniciativas socioambientais, esse sistema foi apresentado para comunidades rurais, como o Projeto de Desenvolvimento Sustentável (PDS) Bordolândia de Serra Nova Dourada, durante o I Intercâmbio de Agricultores/as do Casadão e Oficina de Agrofloresta. O intercâmbio aconteceu entre os dias 23 e 25 de outubro em Porto Alegre do Norte e no Projeto de Assentamento (PA) Manah em Canabrava do Norte. Foi organizado pela Associação Terra Viva (ATV) em parceria com a Comissão Pastoral da Terra (CPT) e colaboração do Instituto Socioambiental (ISA) e da Associação de Educação e Assistência Social Nossa Senhora da Assunção (Ansa).

No dia 23 de outubro, os participantes visitaram a área de Casadão na propriedade do senhor Valdo; a Casa de Sementes de Porto Alegre do Norte (pertencente à Rede de Sementes do Xingu); uma área de restauração implantada no Município; e assistiram a vídeos de Agrofloresta.

Em continuidade, no dia seguinte eles visitaram a área de Casadão na propriedade do senhor Placides. “Todos os participantes ficaram muito surpreendidos em saber que antigamente a área era toda de pastagem e atualmente se tornou uma ‘floresta’, que fornece vários recursos, como frutos, sementes, entre outros”, disse o técnico do Instituto Socioambiental (ISA), Guilherme Henrique Pompiano do Carmo.

Nos dias 24 e 25, foi realizada uma Oficina de Agrofloresta com o técnico do ISA Oswaldo Souza. “Foi uma oficina muito interessante pelo fato da interação que ocorreu com os participantes, pois todos tiveram a oportunidade de também apresentar as técnicas que praticam em suas propriedades”, complementou Guilherme.

Durante a programação também foram visitadas as áreas de Casadão nas propriedades dos senhores João Bonde e Acrísio. Este último mostrou sua propriedade e as sementes que coleta para a Rede de Sementes do Xingu.

As práticas de conservação ambiental são premissas para que as comunidades consigam permanecer na terra com condições dignas e saudáveis. Através do I Intercâmbio de Agricultores/as do Casadão e Oficina de Agrofloresta, os agricultores familiares trocaram experiências, saberes e alegrias.

Rafael Govari – ISA

Nenhum comentário:

Postar um comentário