Investimentos na saúde pública em MT estão abaixo dos 12%

Levantamentos realizados pela Comissão de Planejamento e Orçamento do Conselho Estadual de Saúde de Mato Grosso apontam que o percentual mínimo de 12% não está sendo aplicado na área da saúde em Mato Grosso.
Em reuniões realizadas com equipes técnicas da Secretaria de Estado da Fazenda (Sefaz), Planejamento (Seplan) e Administração (SAD) os conselheiros apuraram que irregularidades e falta de gestão dos últimos anos têm prejudicado os serviços de assistência prestado atualmente pelo Sistema Único de Saúde (SUS) no Estado.
Segundo os conselheiros os problemas de falta de repasses a organizações sociais, queda nas verbas destinadas aos municípios e situações de inoperância de serviços sentidas pela população são reflexo das irregularidades.

Por conta disso, a comissão requisitou reunião em caráter de urgência com o secretário Mauri Rodrigues e o ordenador de despesas da SES, Marcos Rogério, para o dia 6 de agosto. O objetivo é questionar os gestores sobre a aplicação dos recursos devidos da saúde na área, que vem sendo penalizada em várias frentes de atendimento à população sob a alegação de falta de verba.
Por: MT Via Rádio

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Divulgado gabarito da prova do Ensino Médio Integrado do IFMT

Discussão leva à tentativa de homicídio em Canabrava do Norte com um tiro na boca

Candidatos têm até dia 15 de agosto para se inscrever no concurso da Seduc