segunda-feira, 30 de novembro de 2015

Mato Grosso registrou o primeiro caso confirmado de febre chikungunya autóctone (quando a doença é contraída dentro do estado ou município) neste ano. O anúncio foi feito pela Secretaria de Estado de Saúde de Mato Grosso (SES-MT) na última sexta-feira (27). De acordo com a SES, o caso é da cidade de Mirassol D'Oeste, a 329 km de Cuiabá.

Segundo a secretaria, outros três casos também já foram confirmados, mas são 'importados', sendo um da Guiana Inglesa, um da Bolívia e um de Mato Grosso do Sul. Outros 188 estão em investigação e seis aguardando triagem. A febre chikungunya, assim como a dengue e a zika, também é transmitida pelo mosquito aedes aegypti.
saiba mais

Mato Grosso registrou, entre 1º de janeiro e 14 de novembro, 25.062 casos prováveis de dengue. O aumento é de 133,46%, comparado ao mesmo período do ano passado, quando foram registrados 10.735 casos. Seis mortes por dengue foram confirmadas nos municípios de Cuiabá, MatupáSapezalSorrisoJuína e Rondonópolis. Cinco mortes ainda seguem em processo de investigação, aguardando o resultado do laboratório.

De acordo com o Boletim Epidemiológico, 77 cidades apresentaram alta incidência de dengue, com números superiores a 300 casos por 100 mil habitantes, com destaque para Santa Carmem,Santa Rita do TrivelatoCocalinhoRibeirãozinhoCampo Novo do Parecis, Paranaíta, Matupá, Torixoréu, Sinop, Serra Nova DouradaAlto TaquariGaúcha do Norte e Novo Horizonte do Norte. No estado, a incidência registrada é de 760 casos por 100 mil habitantes.

Entre os municípios que apresentam maior número de notificações da doença em 2015, Sinopaparece em primeiro lugar no estado com 3.477 casos, apresentando um aumento em relação ao ano passo de 22,34%. Em seguida, o município de Cuiabá com 2.795 casos notificados e uma variação a maior em relação ao ano anterior de 101,58%.


Em relação ao zika vírus, foram notificados 678 casos, sendo confirmados 39, tanto da forma clínico-epidemiológico (31) quanto confirmação laboratorial do vírus (8). Destes, dois foram registrados em Rondonópolis, um em Tesouro, quatro de Cuiabá e um de Várzea Grande.

Do G1 MT

Nenhum comentário:

Postar um comentário